Hábitos Saudáveis 1

Hábitos Saudáveis: Descubra O Que São E Como Ter

Afinal de contas, você sabe o que são hábitos saudáveis?

Se existe alguma lista que define o que é importante para a humanidade no século XXI, entre os primeiros itens seria a busca por qualidade de vida, e isso pode ser alcançado quando se consegue equilíbrio, com mente tranquila, saúde física e emocional em estabilidade. Isso acontece quando investimos em hábitos saudáveis, seja para o corpo ou mente, pois reflete em como lidamos com o bem-estar e buscamos a nossa qualidade de vida.

Mas a palavra “hábito” designa algo que precisa ser construído com uma rotina. Não é inato. Hábitos saudáveis precisam ser construídos para que tenhamos uma vida mais saudável e feliz, e isso vai além de pensar no corpo são. É preciso ter uma mente sã e entender como conciliar todas as atividades da vida se desgastando menos e tendo o almejado bem-estar.

Mas, o que são hábitos saudáveis?

Hábitos saudáveis são práticas cotidianas constantes que nos levam a uma vida de bem-estar pleno. Por exemplo, todos sabemos que precisamos escovar os dentes após as refeições, e pela manhã e à noite antes de dormir, manter dentes sadios ajuda nosso organismo a fazer a mastigação dos alimentos e ter uma digestão saudável e eficiente. 

“Hábito” é se acostumar a uma tarefa que aprendemos a fazer, e o “Saudável” é respeitar o organismo e seu tempo para não gerar estresse e nem problemas no corpo. Ao juntar essas práticas temos um sentido de equilíbrio, de boas práticas, de aproveitamento orgânico da vida. Ter hábitos saudáveis implica em como você busca o melhor para si dentro das suas condições e gostos. 

Como começar a ter hábitos saudáveis?

Saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social, não é apenas a ausência de uma enfermidade. Para começar, fique de olho na saúde mental. Se você anda muito estressado por qualquer motivo, procure ajuda profissional, e não busque a saída em álcool, cigarros e drogas. Nada disso irá trazer equilíbrio à sua mente. Fique de olho nos seus sentimentos diante das situações do dia a dia. 

Ter passatempos é recomendado para uma vida saudável. Leia mais livros; converse com familiares e amigos não apenas em situações sociais como festas; vá ao cinema, ao museu e ao teatro; veja exposições artísticas; saia para passear e ver aquilo que lhe interessa; ande por parques e jardins. Saia da rotina casa-trabalho-casa. O tempo de lazer é tão importante para o seu bem-estar quanto ter um trabalho, um estudo etc.

Investir em uma alimentação boa e adequada é um fator que vai refletir na sua saúde. Se o assunto é sobre hábitos saudáveis, nada mais justo que ter um cardápio alimentar coerente para o seu corpo, então, buscar o auxílio de um nutricionista pode ajudar se você não tem muito controle do seu organismo. E nem é preciso dizer que algumas comidas, que deveriam só fazer parte do “de vez em quando” não podem virar o “de vez em sempre”. 

Alimentos industrializados podem ser práticos, mas alimentos naturais são mais saudáveis. Faça um diário alimentar e veja se está comendo frutas, verduras, legumes, proteínas e carboidratos simples na quantidade certa. Sua saúde irá agradecer. Alimentação saudável melhora a disposição e o funcionamento do organismo dará um plus na imunidade, evitando aqueles males como resfriados, fraquezas etc.

Ter uma atividade física é essencial. Muitos de nós ficamos muito tempo sentados diante de uma tela (computador, TV) e em vida sedentária e precisamos usar nossos músculos, respirar, melhorar a circulação com alguma atividade. A Organização Mundial da Saúde estimula 150 minutos de atividades físicas aeróbicas de intensidade moderada na semana para vencer o sedentarismo.

Não estamos falando de ir a uma academia com o objetivo estético, recomenda-se atividade física regular, como prática de algum um esporte, dança, caminhada, para auxiliar o organismo a responder melhor a rotina,  evitando estresse, com aumento da produção de serotonina, que é responsável pela sensação de bem-estar, além de regular a função do seu sono, que deve ser entre 7 e 8 horas por noite.

Planejar as rotinas pode evitar o estresse do seu dia a dia. Não precisa ser nada rígido, mas planejar horários de despertar e ir para a cama, tomar café da manhã e outras refeições nas horas certas, fazer seus trabalhos nos prazos certos e não invadir seus momentos de lazer é saudável. 

Preste atenção no seu emocional. Especialmente neste momento de pandemia, estamos todos com altos graus de ansiedade. Procurar ajuda é o hábito mais saudável que se pode ter. Qualquer sinal de alerta do seu organismo, que cause desconforto, deve ser tratado por um profissional. Não procure a resposta na internet, procure um médico, um terapeuta, um profissional de saúde.

O que evitar quando queremos ter hábitos saudáveis?

Não precisa ser nenhum Einstein para saber que o consumo de cigarro, álcool e outras drogas não faz bem à saúde. Mas sempre tem alguém que usa a brecha dos estudos científicos para mostrar que não é bem assim. Lamentamos dizer que é. 

O cigarro tem tantas substâncias tóxicas que precisaria vir com uma bula para dizer todos os malefícios que causa, que vão desde inflamações bucais até câncer (e não só no pulmão), passando por impotência sexual, enfisema pulmonar e outros males causados pela nicotina, alcatrão etc. Um estudo diz que, combinado com o consumo de álcool essas substâncias afetam mais ainda. 

Para ter ainda mais detalhes dos efeitos dessas duas substâncias, pesquisas publicadas no Journal of Studies on Alcohol and Drugs estudaram o uso combinado de bebidas e cigarros em voluntários que fazem uso combinado das duas substâncias. Os cientistas concluíram que um terço das mortes por consumo de álcool ocorreu entre pessoas de 20 a 49 anos. Podemos concluir então que o consumo dessas substâncias não é nada saudável.  

No caso do álcool, muito procurado por pessoas que relatam estresse contínuo, isso é pior, porque o consumo excessivo afeta não apenas a pessoa, mas quem convive com a pessoa. Durante a pandemia, que afetou emocionalmente a todas as pessoas, a ingestão de bebida alcoólica aumentou em 18,4%, sendo que o percentual mais elevado foi entre pessoas entre 30 e 39 anos (27,4%) e com nível de escolaridade superior (26,7%). 

O crescimento do consumo de álcool foi duas vezes maior em quem relatou se sentir sempre triste ou deprimido e mais de três vezes superior nos que se sentiram sempre ansiosos por causa da pandemia. Qual é a vantagem? Nenhuma. Não houve diminuição de estresse por causa de um cigarro ou de uma bebida alcoólica, pior, levou as pessoas a terem outros hábitos nocivos, como o consumo de alimentos não saudáveis, falta de exercícios, problemas do sono e outros.

Respeite os seus limites

Neste momento que vivemos e no qual estamos isolados das pessoas que queremos bem, se faz necessário repensar e chegar a um ponto de equilíbrio preciso para ter uma vida mais saudável e, no meio do caos, encontrar o bem-estar. 

Entender os hábitos saudáveis requer um cuidado pessoal muito grande, o que traz como benefício um respeito aos limites do próprio corpo. Não há nada de errado em não ser produtivo todos os dias ou acordar meio de mau-humor às vezes. São sensações comuns de quem vive em sociedade, e lidar com essas questões e superá-las passam por construir uma rotina saudável.

Algumas sugestões já foram dadas, como exercícios, alimentação, cuidados com a saúde física e mental etc. Queremos acrescentar que o álcool não vai ajudar a resolver nenhum dos seus problemas, e que se a pessoa quer uma bebida para acompanhar o bate-papo, ou as refeições, pode encontrar opções muito saudáveis no Empório sem Álcool: bebidas sem álcool são mais uma sugestão para quem quer uma vida com  bem-estar, afinal, hábitos saudáveis requerem tempo, dedicação e maturidade.

Artigos indicados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.