Harmonização De Cervejas 1

Harmonização De Cervejas: Seu Guia Prático Para Não Errar

Saiba como harmonizar cervejas na versão sem álcool com pratos. Confira!

A arte de combinar sabores e aromas de uma boa cerveja sem álcool com pratos preferidos até pode parecer uma tarefa complicada. Mas sabendo regras básicas você verá que não é tão complexo assim para fazer esse casamento perfeito.

A harmonização de cervejas sem álcool com lanches, por exemplo, não sofre muita variação das combinações com as cervejas convencionais em função da retirada do álcool da bebida.  

“Não é o álcool que influencia tanto, é o estilo da cerveja. A gente segue praticamente o mesmo caminho das cervejas e vinho com álcool”, observa André Berti, chefe de cozinha, proprietário do Jazz Restaurante, especialista em bebidas sem álcool como drinks, cervejas e vinhos.

Ele reforça que a principal regra para uma boa harmonização é saber distinguir o sabor do alimento e da bebida: se são similares, diversos, ou se há um terceiro sabor.

“O que define é a intensidade. Cerveja forte pede um prato mais forte, e as cervejas leves pedem alimentos mais leves e delicados, além das semelhanças e contrastes. Cerveja forte e escura, por exemplo, harmoniza bem com sobremesa de chocolate. Prato com gorduras e frituras, sempre pedem cervejas fortes e encorpadas”, diz Berti.

Então para não errar na harmonização de cervejas, como o chefe observou, basta seguir essa regrinha:

1-  Intensidade dos sabores. Cervejas fortes harmonizam com pratos intensos, e cervejas leves com alimentos leves.

2-  Semelhança ou contraste. Fique atento a elementos parecidos na bebida e no alimento, como o aroma do chocolate e o aroma de algumas cervejas escuras que remetem ao cacau. No contraste, busque experiências sensoriais que reduzem ou adicionam sabores. Por exemplo: a doçura de um brownie de chocolate pode combinar com o leve amargor das cervejas de malte torrado.

Mas essa técnica depende muito das preferências pessoais. A dica é experimentar até encontrar a harmonização ideal de cervejas seguindo o que mais agrada o seu paladar.

“É preciso fazer a harmonização de acordo com paladar”, reforça o chefe de cozinha André Berti.

Conheça a harmonização por tipos de cerveja

Os tipos de cerveja determinam também a sua intensidade. Com o crescimento do consumo de cervejas sem álcool já é possível encontrar muitas versões sem álcool com preservação de aromas e sabores das cervejas com álcool.

A partir dessa regrinha de combinar o paladar com os sabores das comidas e cervejas, é importante observar os tipos da bebida.

Famílias Ale e Lager

Como conceito básico, deve-se verificar que a maioria das cervejas (e seus estilos) é produzida com quatro ingredientes básicos: água, lúpulo, leveduras e malte.  A diferença consiste na divisão em duas principais famílias que levam em consideração a levedura no processo de fermentação. Assim temos as Lagers e Ales.

Família Ale = alta fermentação

Trata-se de cervejas fermentadas pela levedura Saccharomyces Cerevisae, que preferem temperaturas mais elevadas — antes da decantação, costumam ficar próximas ao topo do tanque de fermentação.

Essa intensidade de fermentação proporciona aromas e sabores mais complexos, algumas cervejas dessa família apresentam notas de frutas e condimentos oriundos de subprodutos dessas leveduras.

Weizen ou Weiss (trigo)

Esses estilos de cerveja de trigo fazem parte das cervejas de alta fermentação (Ale), um dos estilos de maior destaque é o, a cerveja de trigo.

É proveniente do Sul da Alemanha. Apresenta aromas e sabores frutados, que lembram banana, e também levemente condimentados, como cravo.

Harmoniza bem com qual alimento?

Uma dica é harmonizar com saladas leves, peixes brancos grelhados, frutos do mar, aves e queijos suaves, como minas e brie.

Lembra que falamos que uma das regras é encontrar contrastes e aproximações de sabores?

A doçura das cervejas Weizen provoca um contraste com os sabores salgados e ácidos dos alimentos. Já o sabor frutado adicionar novas experiências ao paladar.

E as sobremesas?

Casa bem por aproximação de sabores com doces de frutas brancas e amarelas.

India Pale Ale

Também pertencente à família de alta fermentação, tem origem no Reino Unido. No geral, dividem-se em três subtipos: English IPA (amargor moderado); American IPA (amargor alto); Imperial IPA (amargor muito alto).

Interessante é que elas também apresentam notas adocicadas também, trazendo na boca a sensação de caramelo e toffee.

O que faz a diferença nesse subgrupo é o aroma e sabor característicos do lúpulo.

Seguindo o conselho do especialista e chefe de cozinha André Berti, é com esse estilo que podemos buscar alimentos mais gordurosos, grelhados ou assados, como churrasco e hambúrguer.

Família Lager = baixa fermentação

Quando a fermentação ocorre pela levedura Saccharomyces Pastorianus (ou Calbergensis), classifica-se a cerveja na família Larger. Ao contrário da Ale, são leveduras que preferem temperaturas mais baixas, ficando próximas ao fundo do tanque de fermentação antes da decantação.

Como essas leveduras costumam gerar menos subprodutos na fase de fermentação, as cervejas Lagers normalmente ressaltam os aromas e sabores das matérias-primas (malte e lúpulo).

Strong Pale Lager

Uma das mais conhecidas nessa família é Strong Pale Lager. Trata-se de cervejas mais claras e encorpadas. Igualmente, pedem pratos mais gordurosos para equilibrar o paladar no quesito contraste.

Dica: vai bem com carnes vermelhas, grelhados, além de queijos como emmental e gruyère.

Premium Lager

É muito possível que você já tenha ouvido falar sobre ela. É considerado o tipo mais apreciado no mundo, também a cerveja preferida no Brasil.

Como características principais podemos dizer que é leve e refrescante, tem coloração amarelo claro ou dourada, traz sabores maltados e discreto amargor.

Apesar de estarem nessa categoria de baixa fermentação, geralmente concentram maior teor de malte. Por isso oferecem ao paladar mais corpo com mais lúpulo, combinação que pode aumentar o amargor.

Dica: Harmonize com pratos leves como saladas, peixes brancos grelhados, aves e queijos delicados.

Como começar?

Agora que você já está craque na harmonização de cervejas com alimentos – e prefere as versões sem álcool –  conheça agora as diferentes opções nacionais e importadas que o Empório Sem Álcool tem para você. E boa degustação!

>>SIM, QUERO COMPRAR CERVEJAS SEM ÁLCOOL >>

Artigos indicados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.