Empório Sem Álcool: A Maior Variedade de Bebidas Sem Álcool

Blog


  • Cervejas sem álcool funcionam como isotônicos para atletas

    Tags: cervejas sem álcool para atletas
  • 9.08.2019

 

A prática de atividades físicas gera a necessidade de hidratação, principalmente em dias mais quentes ou secos. Justamente por isso, a adoção de bebidas isotônicas se torna importante. 

Você sabia que a cerveja sem álcool vem ganhando cada vez mais espaço como uma bebida esportiva?

Isso mesmo! A cerveja sem álcool oferece propriedades isotônicas  (reposição de água e sais minerais perdidos no suor) com apenas 90 calorias. Ao consumir calorias junto com a bebida, o corpo humano costuma reter mais água, melhorando a hidratação. Por conta disso, as bebidas energéticas acabam sendo úteis durante o exercício, porque restauram o glicogênio no corpo, elemento à base de açúcar usado para armazenar energia.

Outro ponto importante é que depois do treino a obtenção de carboidratos deixa de ser tão relevante e uma cerveja sem álcool atua não só na hidratação, mas também na restauração de minerais e no processo de recuperação. Por ser uma bebida isotônica natural, a cerveja sem álcool contém uma quantidade de sal e açúcar semelhante com o que encontramos no corpo humano.

As bebidas isotônicas geralmente são consumidas por atletas de resistência para substituir os líquidos e eletrólitos perdidos pela transpiração. Sendo assim, uma cerveja bem gelada e sem álcool oferece refrescância e ajuda a evitar cãibras, auxiliando consequentemente a recuperação após uma longa sessão de treinos.

Benefícios das cervejas sem álcool para atletas

A cerveja não alcoólica é feita com os mesmos ingredientes naturais da versão tradicional (água, malte, lúpulo e levedura) e é rica em antioxidantes, vitaminas, ácido fólico e sais minerais.

Por sua vez, o lúpulo é o grande responsável pelos benefícios à saúde presentes na cerveja. O elemento acrescenta polifenóis, que são antioxidantes poderosos encontrados em outros alimentos como a uva, o chocolate, amendoim e nas hortaliças.Esse composto bioativo ajuda na prevenção do envelhecimento precoce e na melhora da geração de energia dentro das células. Estima-se que um litro de cerveja sem álcool contenha de 400 a 800 miligramas de polifenóis, dosagem suficiente para o efeito protetor.

Estudos recentes indicaram o seu provável papel na prevenção de várias doenças associadas ao estresse oxidativo, incluindo diferentes tipos de câncer e diabetes. Já as leveduras são responsáveis pela presença das vitaminas do complexo B e do ácido fólico, como veremos a seguir.

Comprovação científica

Em uma pesquisa realizada durante a maratona de Munique, na Alemanha, foram analisados 277 corredores, divididos em dois grupos. Uma parte dos atletas não ingeriu nada associado ao procedimento científico, enquanto o outro grupo consumiu cerca de um litro de cerveja sem álcool por dia durante três semanas, antes da maratona e durante duas semanas após a prova.

Para esse conjunto de atletas foi percebida uma sensível redução do quadro inflamatório que causa a dor muscular tardia. A pesquisa revelou também que praticamente não foram registrados casos de gripes e resfriados nos dias posteriores à maratona. Já entre o grupo que não consumiu a cerveja sem álcool foram detectados diversos casos de problemas respiratórios.

Esse estudo reforçou a importância dos polifenóis, que possuem rápida absorção, com habilidade de aumentar a capacidade antioxidante do organismo.A atividade física intensa ou prolongada costuma trazer os problemas citados acima como o quadro inflamatório do dia seguinte, a dor muscular de início tardio, conhecida de praticante de corridas e de modalidades de longa duração como ciclismo e natação.

Ainda no campo científico e biológico, a cerveja sem álcool possui outras qualidades, como a presença das vitaminas do complexo B, que estão diretamente ligadas a vários fatores importantes para o bom funcionamento do organismo.

Isso inclui a geração de energia, garantindo mais disposição e contemplando ainda o estímulo às funções neurológicas, importantes para a vida moderna. Já a vitamina B9, também conhecida como ácido fólico, também presente na cerveja, está diretamente ligada ao bom funcionamento do sistema neurológico.

Nem só de cervejas convencionais vivem os alemães

A difusão e o consumo das cervejas sem álcool também vão além do esporte. Na Alemanha, o país que mais consome a bebida do mundo, as variações não alcoólicas também contam com boa adesão. Entre 2011 a 2016, o consumo de cerveja sem álcool cresceu 43% entre os alemães, enquanto o aumento total do consumo da cerveja declinava. Os alemães bebem mais cerveja sem álcool do que qualquer outra nação, com a exceção do Irã (país oferece restrições às bebidas por questões religiosas).

Atletas profissionais, por conta de sua dieta, adotam a bebida como complemento esportivo e até mesmo em encontros sociais. Boa parte das cervejarias alemãs originalmente comercializavam a cerveja não alcoólica como a “cerveja do motorista”.

Por outro lado, o apelo esportivo fez com que o marketing dessas empresas também passasse a relacioná-las aos consumidores que prezam pela saúde. A descoberta científica dos benefícios da bebida sem álcool mudaram esse paradigma. Diversas cervejarias da Alemanha antes só comercializam a linha não alcoólica explicitamente como bebidas esportivas. Agora o público é mais amplo.

Um dos slogans comuns por lá é o “100% de Desempenho, 100% de Recuperação”.

Marcas que atuam naquele mercado inclusive vendem o produto em redes de academias. Na maioria das grandes maratonas alemãs, a cerveja não alcoólica está disponível para os corredores na chegada das provas. 

Um outro estudo de 2016 também descobriu que, antes de uma série de esforço físico, a bebida auxilia os jogadores de futebol a se manterem hidratados em comparação com a cerveja comum e a água.  Para estudiosos, a cerveja sem álcool poderia beneficiar a maioria dos atletas que praticam os esportes de resistência, mas pode ser menos favorável nos sprints ou nas competições baseadas na força, em que a inflamação não é um problema posterior aos atletas.

A cerveja sem álcool é uma bebida comum e tão natural quanto outras que não contém álcool, como os sucos de frutas e vinhos sem álcool. Assim fica mais agradável consumir esses tipos de bebidas, já que não têm álcool, aditivos químicos, são naturais, e, no caso da cerveja sem álcool, também atua para hidratar o corpo em situações extremas.

...

RECEBA OFERTAS

Fale Conosco pelo WhatsApp
Visual e-commerce