Vinho sem álcool 1

Vinho Sem Álcool: Como A Graduação Alcoólica É Calculada

Saiba como é calculada a graduação alcoólica nos vinhos sem álcool.

O vinho é uma bebida quase que universal por proporcionar ótimos momentos na companhia de uma refeição, encontros com amigos e familiares. 

E o consumo do vinho sem álcool tem crescido no mundo em função de hábitos e preferências por uma vida mais saudável, restrições médicas, mamães em período de lactação, motivos religiosos, entre outros fatores de consumo.

Não à toa que o tema já foi matéria de capa de Época na qual o Empório Sem Álcool foi consultado pela reportagem como uma das empresas precursoras no mercado de consumo de vinhos e bebidas sem álcool leia na íntegra aqui

Mas o que são vinhos desalcoolizados? 

Existe algum controle para dar às pessoas a certeza de que essas bebidas mantenham os mesmos padrões de qualidade e garantam que são bebidas sem álcool? 

A resposta é sim. 

É possível tomar vinho sem álcool e ter as mesmas sensações gustativas de bebidas com teor maior e isso é garantido por legislação.

Existe lei do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (lei 7.678 de novembro de 1988), que foi complementada pela instrução normativa N° 14, de 2018, que define o vinho sem álcool como “Fermentado de Uva Desalcoolizado”. 

Basicamente o que a lei diz é que vinho sem álcool é um produto obtido pela fermentação alcoólica do mosto da uva e desalcoolizado por meio de processo tecnológico, podendo ter adição de açúcares e de dióxido de carbono, com teor alcoólico inferior a 0,5% em volume, 20° C.

Para quem ainda está com dúvidas a respeito do vinho desalcoolizado este artigo é para deixar de lado esses conceitos. 

Esse “meio porcento” não pode ser considerado teor alcoólico.

Saiba que um copo de caldo de cana tem 1,2% teor, o que também o qualifica como bebida sem álcool, tem mais teor do que um vinho desalcoolizado. 

E é bom avisar: quem pensa que vinho sem álcool é o mesmo que um suco de uva está redondamente enganado. 

O suco de uva é feito, geralmente, pelo cozimento da uva com açúcar e adicionado de água e chega a ter até 0,8% de teor alcoólico. O vinho sem álcool é feito pela fermentação natural da uva (sem adição de água) e depois, desalcoolizado. Portanto são métodos diferentes, com propriedades e benefícios diferentes. 

O processo de desalcoolização leva a uma grande perda de volume inicial da bebida. Por exemplo, para se obter um litro de vinho tinto suave sem álcool são necessários 2,4 litros do vinho pronto, pois no momento da desalcoolização, além do álcool, a bebida perde água e outros componentes, sem a perda do paladar, do aroma ou das propriedades medicinais que se têm ao tomar um cálice de vinho. 

Ou seja: que toma vinho desalcoolizado consegue baixar o colesterol ruim e desobstruir as artérias e veias, ajudando na prevenção de doenças coronárias. E quem busca conhecer os benefícios de um vinho desalcoolizado, pode saber mais no artigo: “Vinho Sem Álcool: os segredos e benefícios que você vai amar conhecer”, que pode ser acessado aqui!

Os vinhos desalcoolizados são destinados a pessoas que apreciam os prazeres de um bom vinho, mas que não podem mais consumir bebida alcoólica por portar algum tipo de doenças, como doentes hepáticos, hipertensos, cardíacos, alérgicos e pessoas que tomam medicamentos, mas também aos que gostam de vinhos e não desejam efeitos colaterais do consumo alcoólico. 

Para quem quiser conhecer melhor essas bebidas, é só entrar no site do Empório Sem Álcool ou nos chamar no WhatsApp.

Artigos indicados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.